quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Jota Pe Varietal Moscato Seco


Já no título vocês devem ter ficado assustados: "Como assim, esse cara está postando sobre o Jota Pe? Aquele vinho baratinho elaborado com uva de mesa? Ele ficou maluco!"

Pois é meus caros. A tal linha Jota Pe, produzida pela vinícola Perini, não só produz vinhos com uvas viníferas (além da Moscato também tem Riesling Itálico, Cabernet Sauvignon e Merlot), como este Moscato foi recentemente eleito pelo 1o guia de vinhos da Revista Gula como o melhor branco de 2010, em um painel de 30 rótulos degustados às cegas!

Surpreendente, não? Até mesmo incrível (no sentido mais puro da palavra). Mas como uma característica fundamental a qualquer degustador é tentar se manter distante de preconceitos, tratei de me apressar e comprar uma garrafa do tal Jota Pe, que me custou 14 reais (fica por 9,70 no site da vinícola, que também vende garrafão de 2 l e bag in box de 3 l). 


Degustação:
O vinho é amarelo-palha quase incolor, com reflexos verdes. Límpido e brilhante. Forma algumas poucas lágrimas, rápidas e finas.

No nariz começa a surpresa: Franco e bem intenso. Mostra os aromas clássicos da Moscato, um frutado lembrando pêra, e muito floral. Prometia muito frescor na boca, e os aromas eram bem agradáveis, sem serem enjoativos!

Na boca, corpo levíssimo, ótima acidez, álcool quase imperceptível (10,6%) e quase sem amargor. Persistência ligeira (5-6 segundos), mas perfumando muito a boca. Retro-olfato é floral puro. Bem refrescante!

Quanto à minha opinião...bem, não é o melhor branco nacional que já provei, isso é fato. Me causou espanto alguns produtos da Valduga como o Chardonnay Gran Reserva (este sim, pra mim é o melhor branco nacional), e mesmo o Chardonnay e Gewurztraminer Premium não terem entrado no páreo. Também estranhei a posição de produtos  bons como o Dádivas Chardonnay, da Lídio Carraro (se bem que ainda não conheço a safra 2010). Mas cada degustador com seu ponto de vista: respeito os da Gula.
 
À parte destes estranhamentos, acho digna sim a menção do tal Jota Pe - muitas vezes desprezado sem uma prova sequer - no Guia da Gula. É um vinho correto, despretensioso,  fresco e muito aromático, que sinceramente dá pau em alguns Torrontés argentinos de 30 reais que encontramos por aí no mercado. Um excelente custo benefício para quem estiver disposto a abrir a cabeça! 

Jota Pe Varietal Moscato Seco
Região: Serra Gaúcha - Brasil
Produtor: Vinícola Perini
Importador: -
Teor alcoólico: 10,6%
Casta(s): Moscato
Preço: R$ 9,70 - R$ 14,00

6 comentários:

  1. Alexandre.

    De modo geral estas competições são diferentes. Muitas vezes são enviados pequenos barris onde os produtores se esmeram ao máximo, colocando, ali, o melhor dos melhores que o vinhedo consegue apresentar. Claro que pela quantidade pouco ou nada do premiado vai para o mercado.

    Quanto à Moscato, no meu blog já postei algo e é um dos mais visitados, o título é da Grécia para a Serra Gaúcha. Pois a Moscato que tem um clone por aqui chamada Moscato Giallo é originária da Grécia, foi para o sul da Itália e logo se espalhou por toda a região do Mediterrâneo chegando em Portugal, mais precisamente em Açores onde é fundamental para a produção de um branco fortificado.

    Aqui no Brasil chegou trazida na bagagem do imigrantes italianos e logo ganhou força na região sendo uma uva branca muito utilizada nos vinhos populares dado o seu aroma, doçura e produtividade.

    COmo bem dito, se trabalhada da maneira correta produz vinhos brancos exatamente com tu o comentaste.

    Não sem esquecer que é utilizada no espumante Moscatel que tem uma legião de adoradores.

    Um abraço

    Peter www.alemdovinho.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Alexandre,

    Muito legal sua iniciativa.

    Temos que deixar nossos preconceitos de lado e experimentar um pouco de tudo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela iniciativa...nem sempre vinhos baratos são ruins...somente provando para constatar !!!

    ResponderExcluir
  4. Hoje provei este vinho..não resisti ..estava muito curioso,pois aqui na serra é considerado um vinho bem comum...mas ele é gostoso mesmo...hoje estava um dia quente e bem gelado desceu muito bem.Boa opção para o dia a dia.

    ResponderExcluir
  5. Só descobri agora e comprei 2 garrafas, não encontrei mais no mercado.

    ResponderExcluir
  6. Aqui em Natal-RN é fácil de encontrar. Acabei de comprar o tinto suave. Não sei se o preço varia muito em relação ao branco. Nunca tomei o Jota Pe branco, mas agora fiquei ancioso. Se for bom quanto o tinto suave, tá valendo.

    ResponderExcluir